Humanização

O Ministério da Saúde elaborou um Programa Nacional de Humanização da Assistência Hospitalar (PNHAH) – 2003 – que tem o objetivo de promover uma mudança de cultura no atendimento de saúde no Brasil. Aprimorando as relações entre profissional de saúde e usuário, dos profissionais entre si, e do hospital com a comunidade.

Uma das ações do Programa é a criação de Grupos de Trabalho de Humanização em cada um dos hospitais. A Santa Casa de Lorena conta com o trabalho do Grupo de Humanização Hospitalar. Os integrantes são representantes de diferentes setores que têm o objetivo de empreender uma política institucional de resgate da humanização na assistência à saúde.

Entre as tarefas do grupo estão: difundir os benefícios da assistência humanizada, pesquisar os pontos críticos de funcionamento da instituição, propor mudanças que possam beneficiar os usuários e profissionais de saúde e melhorar a comunicação e a integração do hospital com a comunidade.

A partir de 2010 várias melhorias foram criadas pela instituição objetivando a humanização:

  • Ouvidoria hospitalar;
  • Visita Aberta;
  • Serviços de Psicologia clínica, com extensão aos profissionais, conforme demanda;
  • Visita dos irmãos menores e avós na UTI Neonatal;
  • Música no hospital;
  • Investimentos em Ambiência (ambiente confortável e aconchegante);
  • Educação permanente dos profissionais;
  • Brinquedoteca;
  • Sistemática de Acolhimento com Classificação de Risco no Pronto Socorro e Pronto Atendimento;
  • Informações sobre o hospital através do site e facebook;
  • Informações sobre saúde através do site e facebook;
  • Mecanismo de comunicação entre os profissionais, visado a execução de serviços de qualidade (informatização e padronização dos procedimentos).