Manual do Paciente e Visitantes

  • O Hospital está isento de qualquer responsabilidade sobre a perda ou roubo de objetos pessoais. Recomendamos a todos os pacientes e acompanhantes que não deixem nos apartamentos objetos de valor, dinheiro, joias, relógios, notebooks, carteiras e outros.
  • Informamos que no procedimento de saída do hospital serão verificados todos os equipamentos do quarto, inclusive os controles de ar condicionado e televisão, sendo que as eventuais quebras, faltas ou extravios serão cobrados na conta hospitalar. O enxoval como lençóis, fronhas, toalhas e roupão também serão veri¬ficados e se houver falta cobrados na conta do paciente.
  • É proibido fumar nas dependências do Hospital, conforme Lei nº 3.868, de 24/06/02.
  • É proibida a entrada de bebida alcoólica no Hospital.
  • Não são permitidos acompanhantes com problemas de saúde, idosos e menores de 18 (dezoito) anos.
  • As informações referentes ao tratamento clínico do paciente serão fornecidas somente pelo médico.
  • O relatório da internação pode ser solicitado ao médico assistente no dia da alta hospitalar.
  • É proibida a circulação de pacientes e acompanhantes no hospital.
  • Recomendamos não trazer flores para os pacientes.
  • É proibido sentar e/ou deitar no leito do paciente.
  • É proibido manipular equipamentos hospitalares.
  • É vedado o acesso de pessoas com trajes inadequados, que ofendam a dignidade do serviço hospitalar.
  • Os aparelhos de televisão serão desligados às 22h.
  • É proibido lavar e estender roupas nos apartamentos ou janelas do Hospital.
  • Solicitamos aos visitantes que evitem conversas em tom elevado e o uso de aparelhos que possam interferir no repouso dos pacientes. Eventuais perturbações serão comunicadas à Segurança do Hospital.
  • É permitida a permanência de um acompanhante do paciente durante o seu período de internação hospitalar, exceto para pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva.
  • Na Unidade de Terapia Neonatal é permitida a permanência da mãe e/ou pai durante o período diurno.

Direitos
  • Ter um atendimento digno, atencioso e respeitoso;
  • Identificar o profissional por crachá;
  • Receber informações claras, simples e compreensíveis sobre as ações diagnósticas e terapêuticas;
  • Consentir ou recusar procedimentos, diagnósticos ou terapêuticos a serem realizados. Nos casos de incapacidade de manifestação de sua vontade, o paciente deverá ser representado legalmente;
  • Receber, quando solicitar, toda e qualquer informação sobre os medicamentos que lhe serão administrados;
  • Ter resguardado seus segredos, através da manutenção do sigilo pro¬fissional, desde que o mesmo não acarrete riscos a terceiros ou à saúde pública;
  • Receber ou recusar assistência moral, psicológica, social e religiosa;
  • Em qualquer situação, em que haja incapacidade do paciente no entendimento e na manifestação da vontade, será imprescindível a sua representação, junto ao hospital, por um responsável legal devidamente habilitado.
Deveres
  • O paciente ou seu representante legal tem o dever de dar informações precisas e completas sobre o histórico de saúde;
  • Demonstrar entendimento das ações que estão sendo efetuadas ou propostas, visando a cura dos agravos à saúde;
  • Seguir as instruções recomendadas pela equipe multipro¬fissional, sendo responsável pelas consequências de sua recusa;
  • Conhecer e respeitar as normas e regulamentos do hospital.

  • O paciente ou seu responsável deverá apresentar os seguintes documentos: Carteira de Identidade e CPF, assim como fornecer todos os dados de identi¬ficação solicitados.
  • Todo paciente deve ter um responsável pelo pagamento da conta hospitalar.
  • A conta hospitalar será fechada na data da alta médica ou no primeiro dia útil seguinte, quando será apresentada a relação das despesas hospitalares.
  • Em se tratando de paciente particular, o médico titular e outros especialistas envolvidos no tratamento apresentarão seus honorários médicos separadamente das contas hospitalares. O paciente e seu responsável responderão solidariamente pelo pagamento de tais honorários.
  • O Hospital se reserva ao direito de cobrar os danos causados ao patrimônio pelo paciente, acompanhantes ou visitantes durante o período de internação.

  • O paciente ou seu responsável deverá apresentar os seguintes documentos: Carteira de Identidade, CPF e Carteira do Convênio assim como fornecer todos os dados de identi¬ficação solicitados.
  • Na impossibilidade de apresentação de documentos que comprovem a vinculação do convênio, a internação ocorrerá de forma particular.
  • Todo paciente deve assinar o Termo de Responsabilidade de Despesas Hospitalares e Extras de Particulares e Convênios no ato da internação. Nele estão de¬finidos os compromissos do Hospital, do paciente e do responsável legal.
  • Todo paciente deve ter um responsável pelo pagamento da conta hospitalar eventualmente não coberta pelo convênio, inclusive das diárias do acompanhante.
  • As faturas hospitalares serão encaminhadas diretamente aos convênios. Quando, por qualquer motivo, houver recusa, total ou parcial, do pagamento das contas hospitalares, estas serão repassadas integralmente ao paciente e seu responsável, que responderão solidariamente pelo pagamento de tais valores.
  • Os procedimentos, exames, próteses, órteses e demais despesas não cobertas pelo convênio serão cobradas do paciente e responsável, solidariamente, no ato da internação ou durante sua permanência no Hospital. O Hospital recomenda veri¬ficar, junto às empresas, os procedimentos e as despesas não cobertas pelo Plano de Saúde.
  • O Hospital se reserva ao direito de cobrar os danos causados ao patrimônio pelo paciente, acompanhantes ou visitantes durante o período de internação.

  • As diárias cobrem as despesas com alimentação, rouparia e acomodação do paciente. Não se inclui na diária as despesas com medicamentos, exames laboratoriais ou radiológicos, hemoterapia, fisioterapia ou outros procedimentos médicos.
  • Em caso de transferência do paciente para outra unidade (UTI), para evitar duplicidade de cobrança, o Hospital solicita aos acompanhantes e visitantes que desocupem a acomodação (lembrando que a cobrança será realizada de acordo com o período de ocupação).
  • Após assinada a alta hospitalar pelo médico, o paciente terá o prazo de uma hora de permanência no apartamento. Pensando no conforto do paciente o Hospital disponibiliza duas salas de espera onde o paciente poderá aguardar os procedimentos de saída ou seus familiares que o acompanharão até sua residência.

Chegada: para garantir um melhor atendimento, solicitamos que no ato da internação os pacientes e/ou acompanhantes tenham em mãos a identidade original, CPF, carteira do convênio/seguro-saúde e guia da internação autorizadas.

Para menores de idade é necessário apresentar a certidão de nascimento, caso não tenha RG. O responsável deve ser maior de 18 anos e apresentar os seus documentos pessoais.

Mais informações relacionadas à internação pelo telefone (12)3159-3344 ramal 155, de segunda a sexta.

As refeições serão servidas aos pacientes nos seguintes horários:

Café da manhã ………………….07h e 09h

Almoço……………………………11h e 12h

Lanche da tarde ………………..14h e 15h

Jantar ………………………………17h e 18h

Ceia …………………………………20h e 21h

  • As bandejas das refeições serão retiradas dos quartos uma hora após serem servidas.
  • As refeições serão servidas conforme prescrição médica do paciente. A substituição ou alteração da mesma somente será realizada com ordem médica, de enfermagem ou nutricionista do Hospital.
  • É proibido trazer comida para o paciente internado, mesmo que este esteja em dieta livre, exceto com autorização médica expressa e por escrito.
  • Após assinada a alta do paciente pelo médico, as refeições não serão mais servidas.
  • Em caso de internação através de convênios, as refeições para acompanhantes serão servidas conforme o contrato de prestação de serviços entre o Hospital e as Seguradoras de Saúde.

  • A administração de medicamentos segue o horário padrão da Equipe de Enfermagem, a partir da prescrição médica.
  • O acompanhante deverá indicar para a Equipe de Enfermagem, por escrito, os medicamentos de uso contínuo do paciente no domicílio, que serão administrados pela própria Equipe de Enfermagem.
  • O Hospital não fornece medicamentos para acompanhantes e/ou visitantes.
Higiene

Para evitar a contaminação, todo o Hospital conta com álcool gel à disposição. Na entrada da UTI também há lavatórios para que os visitantes higienizem as mãos antes de entrar.

A higiene das mãos deve ser feita antes e depois do contato com o paciente.

Não é permitido sentar no leito do paciente, pois, este ato também é um potencial gerador de contaminação.

  • Todo tratamento é sempre realizado sob a assistência de um ou mais médicos responsáveis. Ao ser admitido para tratamento, o paciente consente a realização de exames radiográficos, laboratoriais, procedimentos clínicos, cirúrgicos, hemoterápicos, fisioterápicos ou outros serviços gerais ou específicos, requisitados por seus médicos assistenciais.
  • Diante de procedimentos invasivos, o paciente ou seu responsável será orientado pelo médico assistente, devendo assinar o Termo de Consentimento autorizando a realização do procedimento.
  • Em situações de perigo iminente à vida, mesmo sem autorização expressa do paciente, poderá ser realizado todo e qualquer procedimento que possa, de maneira potencial, diminuir ou afastar o risco de morte.
  • O paciente tem o direito de recusar seu tratamento ou procedimento, desde que tal decisão não implique em perigo à vida ou comprometimento signi¬ficativo de sua evolução clínica. Para tanto, existe um formulário específico que deverá ser solicitado pelo interessado.

  • É vedada a interferência de acompanhantes, visitantes e outros na assistência ao paciente no Hospital.
  • Quando houver interesse na utilização de enfermagem particular, é necessário consultar a Coordenação de Enfermagem.
  • Serviços Extras (Serviços cobrados)
    As refeições são consideradas serviços extras quando não cobertas pelo convênio ou solicitadas fora dos horários determinados.
  • As refeições extras deverão ser solicitadas ao Serviço de Nutrição e Dietética.
  • Nos convênios ou pacotes de internação, não estão previstos os custos com o uso de telefone. Se desejar efetuar chamadas externas para telefone fixo ou celulares, locais ou interurbanas, os telefones dos apartamentos poderão ser utilizados e todas as chamadas serão cobradas por um Sistema de Tarifador, no momento da alta.
  • O serviço de internet não faz parte do valor da diária, portanto, será cobrada uma taxa para sua utilização.

Sobre o paciente Os acompanhantes poderão obter informações sobre o quadro clínico dos pacientes com o médico assistente no momento da visita médica diária.

  • Nos casos dos pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva Adulta e Neonatal, o boletim médico será fornecido nos horários abaixo:

UTI Adulto …………………16h30 e 17h30
UTI Neonatal ……………..10h30 e 11h30

Visitas ao Paciente

As visitas, principalmente de familiares, são muito importantes na recuperação do paciente, que necessita de atenção, carinho, conforto e tranquilidade. Contudo, lembramos que todo paciente precisa de repouso durante a internação e que o excesso de visitas e a permanência de visitantes junto ao leito, por período prolongado, podem perturbar o paciente e atrapalhar a realização de procedimentos médicos e de enfermagem.

As visitas obedecem aos seguintes horários, conforme a Unidade de Internação do paciente:

SUS Clínica Cirúrgica

9h às 10h e 14h às 15h, para ambos horários somente é permitida a entrada de dois visitantes.

SUS Clínica Médica

15h30 às 16h30 e 20h30 às 21h30, para ambos horários somente é permitida a entrada de dois visitantes.

Internação SUS Maternidade

15h às 16h, somente permitida a entrada de dois visitantes.

Pai do recém-nascido 11h às 12h.

Irmãos do recém-nascido com idade de 03 a 12 anos das 11h às 12h.

Pediatria

15h às 16h, somente permitida a entrada de dois visitantes.

Pai: 8h às 10h e 15h às 18h.

UTI Adulto

16h30 às 17h30 (horário do Boletim Médico) e 20h às 20h30, para ambos horários somente é permitida a entrada de dois visitantes.

UTI Neonatal

Visita dos pais: 9h às 22h, sendo o Boletim Médico realizado às 11h.

Visita dos avós: todos os domingos das 16h às 16h30.

Visita dos irmãos: deverá ser agendada com Equipe Médica e de Enfermagem.

Clínicas Emília e Pediatria Convênios

Das 7h às 22h.

Quantidade de visitantes: de 3 em 3 pessoas.

Baby Med

Das 6h às 22h.

Quantidade de visitantes: de 4 em 4 pessoas.

  • Angiologia e Cirurgia Vascular;
  • Cardiologia Adulto;
  • Clínica Médica;
  • Dermatologia;
  • Gastroenterologia;
  • Ginecologia e Obstetrícia;
  • Ortopedia e Traumatologia;
  • Otorrinolaringologia;
  • Pediatria;
  • Buco Maxilo;
  • Cirurgião plástico (pequenas cirurgias);
  • Cirurgião (pequena cirurgia);
  • Exame de diagnóstico (Cardiolife);
  • Oftalmologia;
  • Cirurgia Geral;
  • Obstetrícia;
  • Mapa, Ecocardiograma, Eletrocardiograma, Teste
  • Ergométrico

Dúvidas e agendamentos de exames e consultas pelo telefone (12) 3159-3344, ramal 213/214.

Atendemos aos convênios:
  • ABFNV-ASSOCIAÇÃO BENEFICIENTE FNV
  • ABET – Associação Brasileira dos Empregados em Telecomunicações
  • AMIL
  • ASSOCIAÇÃO DOS APOSENTADOS
  • ATIVIA SAÚDE
  • BRADESCO SAÚDE
  • CABESP
  • CAS
  • CASSI
  • CESP
  • FUNDAÇÃO SAGRADO CORAÇÃO
  • IAMSPE
  • INB
  • INSPECTORIA SANTA CATARINA DE SENA
  • INSTITUIÇÃO PAULISTA ADVENTISTA DE EDUCAÇÃO E ASSISTENCIA SOCIAL
  • INTERMÉDICA
  • MEDIAL SAÚDE
  • MEDISERVICE
  • NOTRE DAME SEGURO SAÚDE
  • OPERADORA UNICENTRAL DE PLANOS DE SAUDE
  • PARTICULAR
  • PETROBRÁS
  • PLAMTEL
  • PLANO DE SAÚDE ITAÚ
  • POLICIN SAÚDE
  • PORTO SEGURO
  • SPA
  • SUL AMÉRICA
  • UNIVERSAL SAÚDE

Ao completar 36 semanas de gestação é comum ficar ansiosa com a chegada do bebê e para que todas as atenções fiquem voltadas somente à saúde dos pequenos e à alegria de conhece-los pessoalmente, a Santa Casa de Lorena te ajuda a preparar as malas com antecedência.

Documentos Necessários
  • RG;
  • CPF;
  • Cartão Nacional de Saúde;
  • Carteirinha do convênio;
  • Certidão de Casamento (se for casada no Cartório de Registro Civil);
  • Cartão de Pré-Natal.
Mala da mãe
  • 03 camisolas com abertura frontal;
  • 02 sutiãs com abertura para amamentar;
  • 05 calcinhas de cós alto;
  • 01 cinta calça;
  • 01 pacote de absorvente higiênico pós-parto;
  • 01 chinelo de borracha;
  • Kit de higiene pessoal (escova de dente, creme dental, sabonete, shampoo, condicionador, desodorante e escova de cabelo);
  • 02 toalhas de banho;
  • 02 toalhas de rosto;
  • 01 roupão;
  • 01 conjunto de roupa e sapato para o dia da alta;
  • Maquiagem (se desejar).
Mala do bebê
  • 05 kits de roupa (cada um contendo 01 body, 01 calça, 01 macacão, 01 par de luvas, 01 par de meias e 01 fralda);
  • 02 toalhas de banho;
  • 01 pacote de fraldas tamanho RN ou P;
  • 04 panos de boca;
  • 04 fraldas de pano;
  • 02 coeiros (se quiser);
  • 01 manta;
  • 01 cobertor;
  • Kit peças avulsas: calças, borey, meias;
  • Kit higiene: sabonete líquido ou em barra neutro, 01 frasco pequeno de álcool 70%, algodão, cotonete, escova de cabelo, pomada;
O que não levar
  • Chupeta ou bicos para o bebê: A sucção destes produtos pode atrapalhar o bebê a aprender sugar o seio materno. O aleitamento é importante para a saúde do mesmo.
Informações sobre o paciente
  • Os acompanhantes poderão obter informações sobre o paciente com o médico assistente no momento da visita médica diária.
  • Nos casos dos pacientes internados nas Unidades de Terapia Intensiva Adulta e Neonatal, o boletim médico será fornecido nos horários abaixo:
    UTI Adulto: 16h30 e 17h30
    UTI Neonatal: 10h30 e 11h30
Horários de Visita
Internação SUS Maternidade
  • 15h às 16h, somente permitida a entrada de dois visitantes.
  • Pai do recém-nascido: 11h às 12h.
  • Irmãos do recém-nascido com idade de 03 a 12 anos: das 11h às 12h.
Baby Med
  • Das 6h às 22h
  • Quantidade de visitantes: de 4 em 4 pessoas.

Últimas Notícias - Ministério da Saúde - Portal da Saúde

Ministério da Saúde - Portal da Saúde - www.saude.gov.br

Conselho Reginal de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP) - Últimas Notícias

Feed RSS de Notícias (CREMESP)

Ação do Cremesp pede indenização de R$ 1 milhão por exercício ilegal da Medicina
Posted: December 15, 2017, 12:00 am

Camarim reúne Conselheiros e Delegados do Cremesp
Posted: December 15, 2017, 12:00 am

Funcionários das Delegacias Regionais do Cremesp recebem treinamento
Posted: December 15, 2017, 12:00 am